quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

Consulta dos 15 meses

Sumida, mas aqui!

Bom, segunda foi dia da consulta dos 15 meses com o novo pediatra, (ótimo, por sinal), o motivo pelo que o levei, foi os dentes molares que estão nascendo, que já rendeu alguns post"s por aqui...mas vamos as medidas... Pedro está com 9 kg, 77cm e o perímetro cefálico em 47cm. Segundo o pediatra, ele está se desenvolvendo muito bem para uma criança que tem hidrocefalia.
Receitou Ultrafer, dando 9 gotas 1 vez ao dia. Perguntei a ele se eu já poderia desmamar o Pedro, e ele liberou! Receitou Ninho Mais 1, (ele já toma desde que completou 1 ano) e Mucilon. Também o levei para tomar as vacinas doa 15 meses, (últimas do calendário de vacinação), então o Pedro ficou mega enjoado, só querendo o colinho da mamãe!

PS- Sobre os dentes, (primeiros molares), o pediatra aconselhou a não passar nada, mas como o pequeno fica enjoadinho, eu mesma resolvi passar o Nenê Dent"n Gel, passando 2 vezes ao dia.

Poe enquanto, é só!

Beijos!!!

sábado, 19 de fevereiro de 2011

Ah! o amor...

                           " ...Que nasce não sei de onde, vem não sei como, e dói não sei porquê..."
                                                       Carlos Drummond de Andrade


Quando entrei neste mundo da maternidade, não tinha noção da grandeza de tudo. Momentos, sentimentos, atitudes, criticas e sugestões... Tudo se torna muito intenso. 
Eis que estou vivendo justamente isso. A intensidade de tudo. Cada palavra dita na hora errada, resulta num turbilhão de emoções.
As pessoas acham que ser mãe quer dizer ser: Máquina, ou ser perfeita. Eu estou aqui para provar o contrário. 
Mãe não é nada perfeita, é tão ser humano como qualquer outro. Mãe também se sente sozinha, mãe também fica carente, mãe também sente medo. Mãe erra fácil, mãe chora, mãe perde a paciência. Mãe as vezes só precisa de um colo e alguém pra dizer:
Estou aqui!

É isso!
 
Uma ótima noite!!

Mais um texto sobre mães especiais!

Luto
Esse texto fala sobre o luto que nós, mãe de crianças especiais, sofremos no início da nossa jornada.


Meu bebê

Eu engravidei e fiquei muito feliz. A partir de então passei a imaginar como seria bom ser mãe, imaginava seu rosto em como ele seria fofinho, gordinho...
Nove meses de gestação e ele nasceu, mas morreu...
Morreu o Pedro Henrique que eu esperava quando engravidei. Morreu o Pedro Henrique dos meus sonhos. O que iria correr e dançar comigo. O que iria falar e me deixar boba de cara....
E o que sobreviveu? É, o meu Pedro Henrique havia morrido mas eu não pude ficar de luto, pois havia um outro Pedro Henrique na UTI da maternidade esperando pelo meu carinho, meu amor, meu leite materno....
Mas como eu vou amar um ser tão feio?
Esse é meu filho? Eu perguntei com lágrimas nos olhos?
Voltei para o quarto e fiquei o resto do dia. De manhã desci para UTI, meus seios estavam cheios e eu precisava esvasia-los. Meus passos se estenderam até a incubadora onde aquele estranho, que tomou o lugar do meu Pedro Henrique, estava.
Olhei-o um pouco mais pra me acostumar.... mas não era fácil vê-lo tão frágil e com tantos aparelhos...
Cheguei despreparada naquele novo mundo e nem sabia direito pra onde olhar e nem o que pensar...
Quando me dei conta eu vi que o amava muito e que seu sofrimento causava muita dor em mim.
Percebi que ele precisava de muito amor e sem perceber eu fui
me enchendo desse amor forte...
Como posso amá-lo? ele estava ocupando o lugar do filho que você tanto esperou...
Mesmo sem saber a resposta eu fui aprendendo que aquilo era bom. E fui aprendendo muito com essa nova criança... e amando-a cada vez mais...
Não esqueci meu Pedro Henrique gordinho, fofinho, com boa saúde... As vezes me pego chorando sua perda e tem dias que estou de luto.
Mas quando olho pro sorriso do meu novo filho eu me encho de forças para continuar....
E quando estou sem forças ele me ajuda enfrentar as dificuldades. Demorou um pouco mas foi bom ver que Deus levou o filho que eu esperava e me deixou um dos seus anjos...
E foi bom dar a esse anjo o mesmo nome do meu filho que morreu.
Seu nome, Pedro Henrique!!

Eu te amo meu querido e estarei sempre ao seu lado...


Mamãe!!



"Eu pedi força....
e Deus me deu dificuldades para me fazer forte;
Eu pedi sabedoria...
e Deus me deu problemas para eu resolver;
Eu pedi prosperidade...
e Deus me deu cérebro e músculos para eu trabalhar;
Eu pedi coragem...
e Deus me deu perigos para eu superar;
Eu pedi amor...
e Deus me deu pessoas com problemas para eu ajudar;
Eu pedi favores...
e Deus me deu oportunidades.
Eu não recebi nada do que pedi...
mas recebi tudo que precisava."


Autor Desconhecido


Mensagens

AOS PROFISSIONAIS
Aos profissionais da área da saúde que possam olhar um pouco mais para nossas crianças especiais. Que não vejam apenas aquele problema e sim que tenham capacidade e humanidade de enxergar o quanto essa criança já sofreu para que seja lhe dado o maior conforto possível bem como a devida atenção necessária que infelizmente muitos profissionais negam num momento de tanta necessidade.


AS PESSOAS “COMUNS”
Que conheçam melhor nossas crianças para que não criem expectativas e nem tirem conclusões precipitadas. Que não sintam dó, pois elas estão acima de nós. Com certeza são seres muito mais evoluídos. Que esqueçam a aparência física, que reconheço, não é das mais belas mas que tenham capacidade de ver além de um corpo atrofiado e de uma “incapacidade”. Nossas crianças estão aqui para nos fazer crescer e jamais podem ser consideradas algo ruim.

AOS PAIS
Que não tenham vergonham de ter um ser excepcional ao seu lado. Que não temam se serão abandonados. Os verdadeiros amigos estão ao nosso lado independente do que aconteça!
Que lutem pelos direitos dos nossos filhos, para que no futuro os próximos tenham um pouco mais de chance de uma vida digna. E vamos às ruas, mesmo sendo dificil, pois tenho certeza, todas as crianças especiais querem conhecer esse mundão.... e eles têm direito a isso.

AOS PARENTES E AMIGOS
Que tomem cuidado na hora da crítica ou do “incentivo”. Muitas vezes pode ser inconveniente. Antes de falar: Façam isso! Perguntem: Você já fez isso? E ouçam, pois quem vos fala é quem está vivendo a situação e sabe das dificuldades. Pois nem tudo é simples como parece ser.
Antes de dizer com firmeza: Vocês têm direito! Informe-se sobre o assunto. Pois será muito constrangedor para o pai, mãe ou cuidador exigir aquilo que não lhes é direito. E ao invés de ter ajudado, você será mais um que dificultou uma vida que já é bem dificil.
Se não pode ajudar! Não atrapalhe!

AS CRIANÇAS
Que não posso considerar meramente crianças, pois os sinto mais que isso. Seriam anjos? Acho que é uma boa definição. Pois fazem uma verdadeira transformação nas nossas vidas e acabam cuidando de nós.
Queridos, obrigada por existirem. O mundo precisa muito de vocês. Não se importem pois é impossível agradar a todos. Saibam que em algum lugar do mundo existe alguém, seja uma só, que ama muito todos vocês. Vocês não estão aqui por acaso e nem são transtornos. Vocês são maravilhosos!
Que papai do céu ilumine a todas as pessoas, para que entendam o quanto vocês são especiais e que respeitem mais suas condições. Vocês não são apenas crianças.
Um beijinho no coração de cada uma.
Eu amo muito todos vocês!!

Só pra registrar!

Há alguns dias, eu tenho reparado o Pedro nas suas linguagens...e ele balbuciou papapa!
Quanta felicidade, ver meu pequeno balbuciar suas primeiras palavras...

Beijos da mamãe babona!

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

Ganhei!!!

Sempre participo de sorteios deste mundo bloglístico, e nunca ganhei nada...mas acho que a sorte sorriu pra mim!!!
Ganhei um lindo marcador de livro do blog
http://dudueeu.blogspot.com
A Thaís criou este site para vender as coisas que as vovós do Dudu fazem, passa lá e dá uma conferida!!
Vale a pena!
http://casadasvovos.blogspot.com

E no blog da Pâm tá rolando um sorteio muiito legal!
Dá uma passadinha lá e confira!!


http://3.bp.blogspot.com/-T5IWpiW7or8/TV1b5vR5HCI/AAAAAAAAASE/ijwWD-h0buk/s1600/Selo+sorteio.png

Beijos da mais nova sortuda do pedaço!!

domingo, 13 de fevereiro de 2011

Mais dentinhos á vista...

Nestas últimas noites, o Pedro tem dormido muito mal, fica muito agitado. Ao que tudo indica, deve ser mais dentinhos á vista, pois anda com a cabecinha quente, cocô molinho molinho, gengivas mega inchadas.
Durante o dia fica enjoado, resmungando, chora por qualquer motivo, e fica solicitando o colinho da mamãe...dá dó de ver, ainda bem que é só uma fase!

PS*. O papai também está dodói, com febre e dor de cabeça, deve ser virose!

Por enquanto, é só!!!

Beijos!

sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

15 Meses!

36 semanas e 4 dias de gestação, e eis que meu bebê finalmente saiu do casulo, pronto pra conhecer o mundo e alcançar vôos maiores.
Primeiros dias, bebê quase imóvel, passando horas na mesma posição, desde que esta posição fosse o colinho da mamãe, a incubadora (Pedro ficou 21 dias na UTI-NEONATAL devido a hidrocefalia), ou o peitão da mamãe...

15 meses se passaram, neste processo todo e o bebê se transformou num menino terrivelmente encantandor, (cadê o babador, gente!), as brincadeiras viraram uma farra só, peço pra ele fazer nariz com nariz e ele balança a cabeça de um lado para o outro, esfregando o nariz dele no meu, rindo gostosamente!

O riso do Pedrinho é um caso a parte, e merece um parágrafo exclusivo, porque ele age como um bálsamo para todas as minhas feridas, como um tônico para as minhas fraquezas, como um consolo para os momentos tristes, me dando a certeza que sempre dias melhores virão... É o som mais melódico que já ouvi em toda a minha vida!
A imagem que eu gostaria de eternizar como um quadro de Monet, que sempre transmite boas vibrações!

Muitas vezes me pego admirando coisas banais do dia-a-dia, um sorriso, um choro, uma pirraça...amo observar ele dormindo, tentando memorizar ao máximo tudo isto, porque o tempo está passando rapidamente, e minha borboleta batendo as asas para cada vez mais longe...

É 15 meses se passaram...15 meses...ai...ai!

Depois de 15 meses, posso dizer que temos vividos momentos de altos e baixos, irritantes e deliciosos, difíceis e felizes. Nada é 100% bom ou 100% ruim, mas é 100% Pedro Henrique!
Tudo gira em torno deste menino aqui em casa!
Independente de qualquer outras coisas, ver uma criança crescer, é algo sensacional, isto é! Ainda mais quando você percebe suas influências, características, ou seja, parte de você neste serzinho que aos poucos vira gente.
Ufa! 15 meses...que venha os 16!


PS* Estamos mais uma vez em Alto Araguaia, e assim que retornarmos á nossa cidade, o Pedro irá tomar as últimas vacinas do calendário.
PS2* Desde que ganhou o dvd da galinha pintadinha da tia Tatiane, não quer saber demais nada além das musiquisinhas legais que o dvd contém.

Beijos!

segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

Só vim deixar esse texto pra vocês.

Eu não sei jogar moderadamente. Ou aposto todas as fichas ou não aposto nada. Eu posso perder e – melhor ainda – eu SEI perder, mas você nunca vai me ver com medo de te desafiar.

Eu não gosto da chuva fraca, assim como não gosto do sol atrás das nuvens. Eu gosto do que é intenso, do que é severo, do quase insuportável. Se chover, que os raios ensurdeçam e a chuva alague. Se fizer sol... que queime, que derreta, que exploda, que seque tudo. Mas que não deixe só fumaça pairando no ar.

E se você me ver na beira do abismo mais alto, não me peça pra ficar, porque eu vou pular. E eu não quero te encontrar lá embaixo, quero te pegar pelo braço e te puxar em queda livre. Eu não fui feita pra quebrar. Fiz parte de muitas histórias e cada uma delas me deixou um pedaço pra carregar. Meu corpo foi confeccionado de pequenas partes de inúmeros tipos diferentes de materiais, mas, com certeza, nenhum deles é o vidro. E se nisso tudo houver um acidente, que seja grave. E que machuque, arranhe, deixe cicatriz... porque não sentir nada é a definição de frustração.

Se você quiser causar alterações na minha respiração: que me sufoque, que me afogue, me apavore, que me deixe completamente sem ar... mas não me instrua a inspirar e expirar, porque tomar ar só faz sentido se for pra descoordenar e desarrumar o que se pode considerar padrão.

Tenho vinte e poucos anos, mas, se eu quiser, sei começar do zero, assim como aprendi lições que levariam uns oitenta anos pra serem assimiladas. E nenhuma dessas lições, até hoje, me ensinou a gostar do "tanto faz", tampouco do "mais ou menos". Eu só admito a existência do extremo. É preciso abalar isso tudo. Só aceito doses absurdas de desordem... pra que todos os dias normais façam algum sentido.


Porque esse texto, me define!!!!
 
 
*Autor desconhecido.
 
Mega Beijo!

sábado, 5 de fevereiro de 2011

Para uma mãe maravilhosa, um filho especial!

Você alguma vez já pensou como as mães

de crianças deficientes são escolhidas?
- Eu já..



Uma vez visualizei Deus pairando
sobre a terra selecionando o seu instrumento
de propagação com um grande
carinho e compassivamente.

Enquanto Ele observava,
instruía seus anjos a tomarem nota
em um grande Livro.



- Para Maria:
Um menino. Anjo da guarda Matheus.

- Para Ana:
uma menina, anjo da guarda Cecília..

- Para Carmem:
gêmeos anjo da guarda.
Mande o Gabriel;
ele está acostumado com a profanidade.



Finalmente Ele passa um nome
para um anjo, sorri e diz:
- Dê a ela uma criança deficiente.



O anjo cheio de curiosidade pergunta:
- Por que a ela, Senhor? Ela é tão alegre!
- Exatamente por isso.

Como eu poderia dar
uma criança deficiente para uma mãe
que não soubesse o valor de um sorriso?

Seria cruel.
- Mas será que ela terá paciência ?
- Eu não quero que ela tenha muita paciência
porque aí ela com certeza se afogará
no mar da autopiedade e desespero.

Logo que o choque e o ressentimento passar,
ela saberá como se conduzir.
- Senhor eu estava observando hoje,
ela tem aquele forte
sentimento de independência.

Ela terá que ensinar a criança a viver
seu mundo e não vai ser fácil.
E além do mais, Senhor,
acho que ela
nem acredita na sua existência.

Deus sorri e diz:
-Não tem importância,
eu posso dar um jeito nisso.
Ela é perfeita.
Ela possui o egoísmo no ponto certo.

O anjo engasgou:
- Egoísmo? ... E isso por acaso é virtude?
Deus acenou um sim e acrescentou:
-Se ela não conseguir se separar
da criança de vez em quanto
ela não sobreviverá .

Sim essa é uma das mulheres que eu
abençoaria com uma criança
menos perfeita.
Ela ainda não tem idéia mas
ela será também muito invejada.

Sabe, ela nunca irá admitir uma palavra não dita.
Ela nunca irá considerar um passo adiante,
uma coisa comum.

Quando sua criança disser "mãe"
saberá que ela está presenciando um milagre.
Quando ela descrever uma árvore ou
um pôr do sol para seu filho ,
ela verá como poucas já conseguiram
ver a minha obra.

Eu a permitirei ver claramente coisas
como ignorância, crueldade.
Preconceito e a ajudarei a superar tudo.
Ela nunca estará sozinha.
Eu estarei ao seu lado cada minuto de sua vida ,
por que ela está trabalhando junto comigo.



Bom e quem o Senhor está pensando
em mandar como anjo da guarda?
Deus sorri e disse:
- Dê a ela um espelho.
É o suficiente ...


Recebi esse texto de uma mãe tão especial quanto eu a Kel, mamãe do Arthur
e por isso quero dizer que...
Ser mãe especial é normal!

Mega beijo e um ótimo final de semana!

sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

Parabéns Bisvovô!


Ontem o bisvovô completou 81 primaveras, e o Pedro (olha a carinha de sono dele, eu o acordei na hora do parabéns,tadinho!) não poderia faltar a essa comemoração! Parabéns vovô!!
Que venha seus 82!!!

Beijos!

quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011